O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, anunciou a representantes do movimento dos caminhoneiros que tentará votar, ainda hoje, o projeto de lei 8456/2017, que trata sobre o fim da desoneração da folha de pagamentos em diversos setores econômicos.
Segundo Maia, a chamada reoneração vai permitir uma arrecadação “extra” de aproximadamente R$ 3 bilhões ao governo neste ano, permitindo a inclusão no texto da redução do PIS/Cofins para o diesel, para que o preço do combustível seja reduzido.
“A reoneração vai compensar o PIS/Cofins, e o governo está tendo excesso de arrecadação. Se o governo não entender que precisa usar o excesso de arrecadação e algumas receitas extras para compensar a crise que os brasileiros vivem, nós vamos ter crises muito piores que as que estamos vivendo hoje”, declarou Maia.
Entre as medidas que serão adotadas pela Câmara dos Deputados também está a votação do Projeto de Lei 4860/16, que define as regras para o transporte rodoviário de cargas no país. A intenção é que o texto seja avaliado na próxima semana.
Para o presidente da Câmara, essa proposta “resolve muito questão do frete e algumas demandas que não são do Poder Legislativo, mas vamos colaborar, como a questão do eixo suspenso, que alguns Estados continuam cobrando o pedágio”, concluiu.

Fale Conosco